quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Meu sobrinho Mateus


Acabei de receber essa foto do meu sobrinho Mateus.
Não resisti e já publiquei.

Vejam como ele está grande e lindo. Está a cara da minha irmã.

Estou morrendo de saudades dele.
Beijos Mamazinho!


terça-feira, 10 de novembro de 2009

Como são feitos os homens românticos

video

Juventude 30 quilates: a idade que vale ouro


Entender os novos hábitos e a forma com que os jovens consomem cultura e se relacionam com o mundo é a proposta da nova pesquisa que a Viacom Networks Brasil, proprietária dos canais de TV por assinatura Nickelodeon, Nick Jr, Vh1, MTV Hits e MTV Jams, apresenta ao mercado. Batizado de Juventude 30 quilates: a idade que vale ouro, o estudo foi realizado em 18 países e envolveu 28 mil pessoas em 2008 e teve o objetivo de entender quem é o jovem de hoje. Essa faixa etária ocupa a maior fatia da pirâmide populacional no Brasil, tornando este grupo alvo de 45% dos investimentos publicitários de agências e anunciantes.

Dentre os diversos resultados, a pesquisa mostra que são três as etapas da juventude: a primeira delas é a idade da descoberta, de 16-19 anos, quando as pessoas ainda possuem características relacionadas à adolescência. Em seguida se inicia a fase da experimentação, aos 20 anos, quando começam a surgir o senso de identidade e os jovens passam a testar o que querem ser. A última etapa é a idade do ouro, que vai de 25 a 34 anos, quando muitos já atingiram a maturidade funcional ou a emocional, mas poucos atingiram ambas as maturidades – cerca de 52% dos jovens de nesta faixa etária afirmam que ainda têm muito o que crescer, enquanto entre os brasileiros esse percentual cresce para 93%.


As conquistas mais importantes dos jovens: ter sucesso profissional (89%) e ter um emprego que os faça feliz (87%). Esse últimos objetivos de vida aparecem muito à frente de ganhar muito dinheiro (74%). O mesmo vale para decisões emocionais: ser um bom pai/mãe (88%) e um parceiro carinhoso (87%) têm mais importância do que apenas ter sua própria família (82%) e ser pais (69%). O que importa não é ter a família ou filhos, mas sim atuar como um bom pai.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Luísa e Otávio

Neste último final de semana, a Luísa e o Otávio participaram da Ação Global lá no Sesão, em Jundiaí.


Vejam como eles estão lindos!



Saudades!